24 abril, 2015

Sexta...

Tropicalizamos uma bela receita italiana, Spaghetti ao Mare", gustare.

Espaguete com frutos do mar
Ingredientes:
400 g de espaguete
100 ml azeite
1 colher de sopa de alho triturado
2 colher de sopa de cebola bem picadinha
200 ml caldo de peixe
200 ml molho de tomate
1 colher de café de açafrão
Cebolinha verde a gosto
Sal a gosto
Molho de pimenta verde a gosto
150 ml vinho branco seco
200 g lula
200 g polvo
12 unidades de camarões médios limpos
8 unidades mexilhões (mariscos)
20 unidades vôngoles
Preparo:
Cozinhe os mexilhões e os vôngoles em água levemente salgada por aproximadamente 10 min.
O polvo cozinhe com uma cebola inteira (sem casca) na água, quando a cebola “desfolhar” ao toque o polvo estará cozido.
A lula e camarão devem ser cozidos por 4 min.
Em uma panela, refogue o alho e a cebola com azeite.
Acrescente os frutos do mar, o caldo de peixe, o vinho branco, o molho de tomate, o açafrão, a cebolinha, a pimenta e o sal.
Deixe levantar uma pequena fervura, mexendo lentamente todos os ingredientes.
Cozinhe a massa com água e sal até ficar al dente (tempo indicado no pacote).
Misturar o espaguete ao molho e servir.
Obs.: se como eu, não gostares de peixe, troques o caldo de peixe por caldo de legumes.
Bom final de semana. (Buon weekend)

23 abril, 2015

Quinta...

Educação, ou melhor, a falta que ela faz, que leva a ignorância, a intolerância...



22 abril, 2015

Quarta...

Mesquinhez ou burrice, talvez ambas, só isso para explicar a neurose do CDL de Joinville com as feiras, pior, os nobres Edis acataram a ideia, editaram uma leu tão bem escrita que inviabiliza até os feirões de imóveis da caixa, arrisco dizer que a Feira da Sapatilha corre o risco.
Melhorem os preços e o atendimento, realizem promoções reais, diminuam a ganância que o consumidor retorna; arisco de dizer que fideliza.
Na outra extremidade está o “sindicato dos estabelecimentos gastronômicos”, além de estarmos entres as cidades mais caras para comer no Brasil, querem complicar a instalações dos FOOD TRUCKS, uma tendência mundial em comida de rua com qualidade e diferenciada, puro medo da concorrência, uma vergonha.
Isto só prova que apesar de sermos a maior cidade do estado continuamos com a mentalidade provinciana do século da fundação da cidade, o XIX.
Como dizia minha avó, “quem não tem competência não se estabelece”.

Assim caminha a mediocridade...

20 abril, 2015

Segunda...

A criatividade de engenharia de tráfego de Elliv Nioj está cada dia melhor,  uma grande via do feudo não terá sua principal parte duplicada,  a que liga o feudo a seu centro universitário,  não preciso explicar porquê é o trecho mais movimentado desta via,a solução é criar mais um binário,  coisa de gênio,.
Esta é daquelas soluções paliativas, que não resolvem,  só mais um engodo.
Assim caminha a mediocridade...

17 abril, 2015

Sexta...

Antes da receita quero convidar quem estiver pela região para a Festa do Maracujá, que ocorre neste feriado em Araquari/SC, uma festa com boas opções gastronômicas e diversos shows.
Aprendi esta receita em um programa de televisão com um americano, uma boa opção, a base (carne com bacon) pode ser adaptas em diversas receitas e, neste caso, muito mais saudável que as industrializadas.

Hambúrguer com bacon
Ingredientes:
500 g de patinho ou colchão-mole
100 g de bacon
1 cebola
2 dentes de alho
Sal a gosto
Pimenta-do-reino moída a gosto
2 colheres de sopa de molho inglês
1 ovo
Preparo:
Peça para seu açougueiro moer a carne e o bacon juntos, caso não consiga, compre carne moída, passe o bacon no processador e misture, reserve.
Bata no liquidificador a cebola, o alho e o molho inglês.
Acrescente a carne este molho, o ovo, o sal e a pimenta, misture bem (com as mãos).
Molde os hambúrgueres na espessura desejada e frite em uma frigideira antiaderente ou asse.
Se ficarem com 2 cm de espessura (ideal) frite por 4 min. de cada lado, sempre com cuidado ao virar.
Dica: se for fritar em frigideira antiaderente não use óleo, use água, após 2 min de fritura acrescente um pouco de água nas laterais, evitará que queije e dará cor, pois, de certa forma, irá deglaçar.
Monte com o pão de complementos de sua preferência, na foto um exemplo.
Ps.: Caso não possua processador, corte o bacon de fatias finas, estas fatias em tiras finíssimas, estas tiras em cubinhos mínimos, dá trabalho, mas funciona.


Bom final de semana.

16 abril, 2015

15 abril, 2015

Quarta...

Nossa constituição é de 1988 e até hoje tem grande parte não legitimada, o que gera inúmeras discussões sobre assuntos que já poderiam e deveriam estar resolvidos.
Dois deles estão em pauta, a mudança da maioridade e a terceirização, ambos necessários, porém, como tudo no país, não podem ficar pela metade, com soluções paliativas.
Os menores não devem ir para presídios “para maiores”, já que, segundo os seus defensores, são poucos, construam-se pequenos presídios para os jovens meliantes, inclusive já escrevi sobre isso.
E a terceirização pode tirar muitos do subemprego e/ou da ilegalidade, mas precisa de leis rígidas sobre responsabilidades trabalhistas e merece uma discussão séria, talvez ocorra no Senado, talvez.
Voltando aos jovens meliantes, não adiantam medidas punitivas sem acabar com a impunidade e devem ser criados projetos para a diminuição desta criminalidade, protegendo estes jovens dos aliciadores, do dinheiro “fácil”, etc.
Isso passa por investimento em educação, em esportes, em cultura, em preparo para o mercado de trabalho, assim por diante.

Claro que não teremos respostas imediatas, estes tipos de ações tem o tempo médio de uma geração, basicamente 10 anos, só que um dia tem que começar, senão a criminalidade vence, pois criatividade não lhes falta.

14 abril, 2015

Terça...

A letargia que domina a administração pública de uma maneira geral é assustadora, medidas urgentes que devem ser tomadas são adiadas sine die, estamos vivendo uma época histórica de retrocesso, algo do tipo, administração “caranguejo”.
A péssima gestão da economia, saúde, educação, mobilidade urbana, infraestrutura, leva a estagnação, que leva ao desemprego, que leva ao aumento do “bolsa família”, que leva a perpetuação no poder.
Apesar das inúmeras manifestações pelo país, posso dizer que assistimos a tudo passivamente, poucos ousam escrever contra o “rei”. 
Já passou da hora de ações mais efetivas, ações populares, por exemplo.
Uma situação nova se apresenta, a articulação política está com o vice-presidente e a economia com um banqueiro, ou seja, estamos “entre a cruz e a espada”. Se é que me entendem.
Por outro lado, sinceramente, torço para que esta abdicação do poder executada pela presidente surta resultado, que a medidas econômicas necessárias sejam executadas e estabilizem a situação, porém são impopulares, o que vai contra o dogma petista.
É esperar para ver, se bem que não há mais tempo para espera.

Assim caminha a mediocridade...

13 abril, 2015

Segunda...

O que descreverei hoje só acontece em Elliv Nioj, no mundo virtual, e nos demais feudos de Reino dos Manguezais, deixemos bem claro, não cremos que no real isto aconteça.
Nossa filha de 16 anos foi a uma festa neste último sábado, em uma das casas noturnas famosas do feudo. Era uma festa para arrecadar dinheiro para a formatura da turma de 3º ano de uma amiguinha.
Primeiro erro, uma festa para adolescentes com média de 17 anos não pode vender mesas de 5 lugares com direito a uma garrafa de Vodca, parece-me incoerência, embora os menores quando entram tenham sua ficha de consumo carimbada com “proibido o consumo de bebidas alcoólicas”, o que é certo.
Durante a festa vários alcoolizados foram retirados do recinto, também certo.
Agora temos o grande erro, as drogas “rolaram” soltas na festa, de maconha a êxtase, tudo “na boa”, sem restrição e/ou repressão.
Claro que o excesso de álcool deve ser combatido, agora, tão ou mais importante, é o combate ao uso de drogas.
Espero que o Ministério Público Feudal, assim com a Polícia, fique atento a estes fatos, pois, além da nossa filha, nos preocupamos com os filhos dos demais, conscientizar nunca é demais.
Em tempo, foi ela que nos relatou estes fatos.

Assim caminha a mediocridade...

10 abril, 2015

Sexta...

Uma receita assada tem seu valor à mesa, principalmente quando marinada, hoje temos um bom exemplo, que acompanhado de arroz branco ou macarrão alho e óleo e uma bela salada compõem uma ótima refeição.

Coxas de frango com mel e mostardas
Ingredientes:
8 coxas de frango
2 limões (raspas e suco)
½ xícara de mel
½ xícara de azeite
2 colheres de sopa de mostarda escura
2 colheres de sopa de mostarda amarela
3 dentes de alho picados
1 ramo de tomilho
Sal
Pimenta do reino moída
Preparo:
Em uma tigela grande, misturar os temperos para fazer a marinada.
Junte as coxas de frango, sal e pimenta do reino a gosto.
Cobra com plástico filme e deixar na geladeira por no mínimo 30 min.
Pré-aqueça o forno a 230ºC.
Esquente uma frigideira antiaderente e sele as coxas de frango, dourando todos os lados.
Transfira as coxas para uma assadeira, distribua a marinada por cima, e asse por aproximadamente 40 min. 


Bom final de semana.